11 dicas de higiene vaginal que toda mulher deveria saber

11 dicas de higiene vaginal que toda mulher deveria saber

agosto 3, 2022 0 Por RedeGoo

No entanto, toda mulher deve estar ciente dos sinais e sintomas de problemas vaginais e tomar medidas importantes para garantir uma vagina saudável.

1. Mantenha a calcinha seca

Se você não limpar a vagina depois de urinar, a calcinha pode ficar molhada, o que pode não só causar mau odor, mas também colocar você em risco de infecções vaginais. Por isso, é sempre aconselhável limpar a área com papel higiênico ou um pano macio para que sua roupa íntima esteja sempre seca.

O fluido ou corrimento vaginal faz parte de um ambiente vaginal saudável. Usar produtos como pó de talco ou limpar demais a vagina pode ressecar muito, o que pode levar a coceira e secura vaginal. Também pode causar dor durante o sexo e torná-lo mais propenso a lesões. Além disso, de acordo com um estudo de pesquisa [1], foi relatado que o uso perineal de talco pode aumentar o risco de câncer endometrial. Quer saber mais sobre higiene intima, acesse https://todavoce.com.br/

2. Troque os absorventes após 4-6 horas

De acordo com o ginecologista de Delhi, Dr. Nupur Gupta, as mulheres com circulação normal devem trocar os absorventes a cada quatro a seis horas. O mesmo vale para dias com fluxo sanguíneo leve. No entanto, se você tiver fluxo sanguíneo intenso durante a menstruação, precisará trocar seus absorventes a cada 3-4 horas. Se você usar um absorvente interno, troque-o a cada seis horas. Além disso, limpe a área toda vez que for ao banheiro durante o período menstrual.

Não trocar absorventes ou tampões por muito tempo pode levar a erupções cutâneas e mau odor. Em certos casos, também pode colocá-lo em risco de infecção. Além disso, algumas mulheres tendem a usar almofadas de pano reutilizáveis ​​que precisam ser bem lavadas e secas antes do uso.

3. Limpe a vagina após a relação sexual adequada

Crie o hábito de limpar a vagina todas as vezes após o sexo. Fluidos corporais e partículas de preservativos podem causar irritação. Se você não limpar após o ato, você também pode se tornar propenso a infecções vaginais. Portanto, sempre limpe sua vagina com água após o sexo para evitar infecções, como infecções do trato urinário (ITUs).

4. Evite usar sabão ao lavar a vagina

Evite usar sabonetes fortes ou perfumados para limpar a vagina. O uso de sabonetes carregados com produtos químicos nocivos, como glicerina, perfumes e antissépticos, pode atrapalhar o equilíbrio saudável das bactérias na vagina. Além disso, também pode alterar os níveis de pH na área vaginal, o que pode causar irritação e levar ao crescimento de bactérias insalubres. Em vez disso, use água e sabão comum, de preferência água morna, para lavar a área ao redor da vagina.

5. Evite duchas

Uma ducha é um dispositivo que fornece água para dentro da vagina para limpar as secreções vaginais. A ducha envolve o uso de certos produtos químicos que podem afetar o pH vaginal. Isso, por sua vez, pode atrapalhar as bactérias vaginais normais. Também não há evidências de que a ducha possa protegê-lo de infecções sexualmente transmissíveis ou infecções vaginais.

6. Diga não aos produtos de higiene feminina perfumados

Não é uma boa idéia usar produtos de higiene feminina como lenços perfumados, odorizantes vaginais ou esfoliantes para manter sua vagina saudável. Na verdade, esses produtos podem piorar a condição e torná-lo mais suscetível a infecções. O uso de peelings vaginais também pode causar descamação da pele, o que pode aumentar o risco de infecção.

7. Pratique sexo seguro

O sexo desprotegido coloca você em risco de infecções sexualmente transmissíveis (DSTs), como clamídia, gonorreia, herpes, verrugas, sífilis e vírus da imunodeficiência humana (HIV). Portanto, usar proteções como preservativos toda vez que fizer sexo é uma das maneiras mais fáceis e eficazes de prevenir doenças sexualmente transmissíveis e infecções vaginais, bem como gravidezes indesejadas. Mas antes de usar um, verifique se você é alérgico ao material do preservativo e escolha aquele que é certo para você.

Fonte de Reprodução: Getty Imagem

Além disso, evite usar lubrificantes durante o sexo, pois eles danificam a vagina e, portanto, podem colocá-la em risco de infecção. O uso de lubrificantes que contêm glicerina pode danificar ou irritar as células vaginais, o que, por sua vez, aumenta o risco de doenças sexualmente transmissíveis, como herpes e HIV[2]. Se o seu parceiro tiver uma doença sexualmente transmissível, é aconselhável abster-se de relações sexuais até que os sintomas desapareçam ou conforme recomendado pelo seu médico. É sempre melhor prevenir do que remediar. Quer saber mais sobre a sua higiene vaginal, acesse https://todavoce.com.br/

8. Evite roupas apertadas

A maioria dos especialistas recomenda usar roupas íntimas feitas de tecidos respiráveis, como algodão. Porque usar roupas apertadas e roupas íntimas feitas de tecidos sintéticos leva à transpiração devido à redução da circulação de ar. A transpiração excessiva e a umidade podem levar ao crescimento de bactérias e fungos e causar uma infecção vaginal. Evite usar calças de couro, spandex apertado e roupas de banho molhadas por longos períodos de tempo. Também troque de roupa após o exercício ou esportes ou outras atividades que possam fazer você suar.

9. Aprenda a limpar corretamente

Você está limpando a área corretamente? Bem, provavelmente não! A maneira correta de limpar a vagina é de frente para trás (vagina para ânus) e não o contrário. Porque se você fizer o contrário, as chances são altas de atrair bactérias nocivas para a vagina. Então, se você está escovando na direção errada, é hora de mudar.

10. Não depile os pelos pubianos

Algumas mulheres preferem depilar os pelos pubianos porque acham que os pelos pubianos parecem ásperos e sujos. Mas se a pesquisa for verdadeira, os pelos pubianos atuam como uma rede de segurança que protege a vulva (a parte externa da genitália feminina que envolve a abertura da vagina) da infecção bacteriana[3]. Além disso, o uso de métodos de barbear não elétricos, como lâminas de barbear para raspar os pêlos genitais, causou lesões genitais. Se você planeja fazer isso em um salão de beleza, também fique atento a produtos usados ​​que podem estar carregados de produtos químicos e instrumentos que podem ser usados ​​sem limpeza.

11. Não ignore os sinais de infecções vaginais

Finalmente, não ignore os sinais e sintomas de infecções vaginais. Se você tiver um odor fétido ou corrimento vaginal excessivo ou corrimento vaginal colorido, consulte seu médico imediatamente. Além disso, não ignore uma coceira na vagina ou dor na área vaginal, pois isso pode ser um sinal de uma condição de saúde subjacente.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Sa%C3%BAde_das_mulheres