Letreiro
Ibope: Desde a posse, aprovação de Bolsonaro cai 15 pontos percentuais
mais brasil comunicações > Justiça
Voltar Enviar noticias imprimir
[11/03/2019] São Paulo; Reinaldo Azevedo dispara: para a lava jato sobre a nova fundação: “cadê a grana, valentes?”

Do jornalista Reinaldo Azevedo em seu blog no UOL.

Foto: Divulgação

A Força Tarefa da Lava Jato divulgou uma nota sobre o acordo espúrio com a Petrobras, que vai lhe permitir criar uma fundação de direito privado com grana bilionária oriunda dos cofres da empresa, que é um atentado à inteligência.

A gente deveria, de saída, se perguntar por que pessoas encarregadas de investigar malfeitos e denunciar malfeitores precisa de “assessoria de comunicação”.

A nota que vai acima é um atentado à inteligência.

Os senhores procuradores deveriam dizer em que arcabouço legal se sustentam para criar a fundação. São servidores públicos. Só podem fazer o que a lei prevê. Qual é a lei?

Mais interessante — e hipócrita — é a argumentação de apelo ao social. Estariam fazendo isso para garantir a participação da sociedade civil. Ora vejam a ousadia desses senhores: comportam-se como Legislativo, sem terem sido eleitos por ninguém, e como Judiciário, ao arrepio da lei.

Esse acordo não só tem de ser barrado pela Justiça como seus autores têm de responder por ele na Justiça.

Desde quando um órgão do Estado se transforma em incubadora de fundações de direito privado, tendo como origem dinheiro público? Sim, o dinheiro original pertence ao erário — no percentual correspondente às ações da Petrobras que pertencem ao Estado; e a outra parte é privada: percentual referente aos acionistas privados.

Entendi.

O Brasil acima de tudo. Deus acima de todos. E Dallagnol acima de Deus.

 

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada