Letreiro
Ibope: Desde a posse, aprovação de Bolsonaro cai 15 pontos percentuais
Política > Nacional
Voltar Enviar noticias imprimir
[01/01/2019] Em tom de verde e amarelo, Brasília vive dia diferente

Correio do Povo

Foto: Alina Souza

Bolsonaro e Michelle desfilaram no Rolls Royce presidencial

Posse de Jair Bolsonaro levou milhares à Esplanada dos Ministérios

Brasília viveu um dia diferente, um dia de mudanças. Eleito por cerca de 57 milhões de votos em outubro, Jair Bolsonaro atraiu dezenas de milhares de pessoas à capital federal nesta terça-feira, primeiro dia de 2019. E desde cedo essas pessoas deram à cidade tons de verde e amarelo às ruas que levavam à Esplanada dos Ministérios e Praça dos Três Poderes.

A movimentação começou cedo. Jornalistas credenciados para cobrir a posse foram deslocados ao Planalto às 7h – mais de um turno antes do começo da cerimônia. A segurança esteve mais reforçada do que nunca em uma Brasília em que o clima também era ameaça – ora saía o sol, ora parecia que uma chuvarada estava prestes a desaguar – ao público presente.

Protagonista, Jair Bolsonaro havia passado a noite na Granja do Torto. Pouco depois das 14h, ele saiu de lá rumo à Catedral, onde encontrou-se com seu vice, general Hamilton Mourão. Dali, um dos momentos mais esperados: o desfile, em carro aberto, no Rolls Royce presidencial, de onde o novo presidente e sua esposa, Michelle, acenaram para apoiadores no caminho até o Congresso Nacional.

O novo presidente foi empossado e discursou já como chefe do Executivo em duas oportunidades. A parlamentares, valorizou a família e defendeu que o País “volte a ser livre das amarras ideológicas”. Em seguida, no parlatório, recebeu a faixa presidencial de Michel Temer e falou de novo, desta vez ao público – depois que sua esposa discursasse na língua de sinais. “Hoje é o dia que o povo começou a se libertar do socialismo, se libertar da inversão dos valores e do politicamente correto”, afirmou.

Quebrando protocolo, o presidente tirou do bolso uma bandeira do Brasil e a agitou, em um dos momentos de êxtase de seus apoiadores. “Vamos fazer um pacto nacional entre a sociedade os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário na busca de novos caminho para o novo Brasil”, disse.

Já na parte final do cerimonial, Bolsonaro recebeu cumprimentos de chefes do Estado e autoridades no Palácio do Planalto e, em seguida, deu posse aos 22 ministros que irão integrar seu primeiro escalão. Após, ele participou de uma recepção no Palácio do Itamaraty, já ao fim da extensa programação de um dia diferente em Brasília. Um dia de mudanças.

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada