Letreiro
Ushuaia: 6 atrações imperdíveis na cidade mais austral do mundo
mais brasil comunicações > Cidades
Voltar Enviar noticias imprimir
[13/11/2018] Belo Horizonte; Restaurante Popular da área hospitalar passa a ofertar café da manhã e jantar

Imprensa PMBH

Foto: Amira Hissa/PBH

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, acompanhado da secretária de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Maíra Colares, anunciou, nesta segunda-feira, 12/11, que o Restaurante Popular Josué de Castro - o RP II (rua Ceará, 490), localizado na área hospitalar, passa a ofertar duas novas opções de refeição: o café da manhã e o jantar, demanda antiga dos frequentadores da unidade. A ampliação do serviço começa a valer a partir desta terça-feira, 13/11. Atualmente, apenas o Restaurante Popular I, na região da Rodoviária, dispõe dessas opções. Os valores das refeições irão acompanhar o que já é praticado na unidade I, R$ 0,75 o café da manhã e R$ 1,50 o jantar.

A unidade recebeu a visita do prefeito e da secretária de Assistência Social. “É muito importante, em meio à maior crise do país, conseguirmos reduzir custos e aumentar a qualidade. É trabalhando com gente que sabe trabalhar que vamos conseguir fazer uma cidade mais humana e melhor”, afirmou o prefeito Alexandre Kalil.

De acordo com a secretária Maíra Colares, a ampliação é uma conquista para a cidade. “Essa iniciativa materializa o compromisso da Prefeitura em ampliar o acesso à alimentação saudável para a população, especialmente para os mais vulneráveis, nesse cenário de crise econômica pelo qual estamos todos passando”, destacou.

Atualmente existem quatro unidades em funcionamento na cidade - um próximo à Rodoviária, um no Barreiro, um em Venda Nova e o da Região Hospitalar. A rede conta ainda com um refeitório que funciona nas dependências da Câmara Municipal, no bairro Santa Efigênia, e que foi reformado e reativado pela Prefeitura no último ano.

 

Reestruturação

O gerente dos Restaurantes Populares, Wellemy Nogueira, explica que, para a ampliação da oferta, foi feita uma reestruturação da equipe de forma a possibilitar a extensão dos horários de atendimento. “O café da manhã será servido das 6h30 às 8h e o jantar das 17h às 19h, então precisamos ampliar nossas equipes para a adequação dos horários de abertura e fechamento ao nosso público”, relatou.

O café da manhã do restaurante popular é composto por pão (fabricação própria), café com leite e uma fruta. Já o jantar tem sempre um prato mais quente, como sopa de macarrão, creme de batata, sopa de fubá e creme de mandioca.

Para a subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional, Darklane Rodrigues, a ampliação dos serviços é muito significativa. “O Restaurante Popular II está em uma região bastante adensada, com muitos hospitais no entorno, então ele irá atender muitos trabalhadores, idosos e pessoas vindas do interior e também de Belo Horizonte, que utilizam os serviços de saúde pública na região”, salientou.

 

Pessoas em situação de rua e beneficiários do Bolsa Família

O programa Restaurante Popular foi criado em julho de 1994. A primeira unidade foi a da Rodoviária, que recebeu o nome de Herbert de Souza, em homenagem ao sociólogo Betinho, que deu o primeiro passo na campanha contra a fome no Brasil.

Atualmente, as unidades do Restaurante Popular e o Refeitório da Câmara Municipal ofertam cerca de dez mil refeições diariamente e recebem um público bastante diversificado, que abrange diferentes grupos etários e faixas de renda. Um dos públicos prioritários é formado por pessoas em situação de rua e beneficiárias do Programa Bolsa Família.

 

Cardápio balanceado e espaço multiuso

Os cardápios dos restaurantes populares são construídos a cada trimestre e cuidadosamente revistos a cada mês. Integram a equipe dos RPs nutricionistas, técnicos em nutrição, além de cozinheiros, ajudantes de cozinha, serventes, e auxiliares de bilheteria e portaria.

Para cada cardápio é realizada a medição dos valores nutricional e calórico. São aferidas no prato as quantidades de proteínas, cálcio, ferro, lipídios, vitamina A, vitamina C, e ainda a presença de glúten e lactose, substâncias que podem apresentar reações alergênicas.

De acordo com a coordenadora do Restaurante Popular I, Joyce Batista, as medições são importantes porque apresentam ao consumidor os valores daquela refeição, de forma que ele possa se adequar e buscar a quantidade necessária para o consumo diário. Os cardápios dos restaurantes populares estão disponíveis semanalmente no Portal da PBH.

Os restaurantes populares são também importantes espaços de convivência que, em parceria com as secretarias da Prefeitura e outras instituições, oferecem orientação para a promoção da saúde, com ações de aferição de pressão, campanhas educativas e dicas de alimentação saudável.

 

Confira o funcionamento das unidades

Restaurante Popular I - Herbert de Souza

Avenida do Contorno, 11.484, Centro

Funcionamento: 6h30 às 8h – café da manhã; 10h30 às 14h – almoço; 17h às 19h – jantar

 

Restaurante Popular II - Josué de Castro

Rua Ceará, 490, Santa Efigênia (região hospitalar)

Funcionamento: 10h30 às 14h – almoço

 

Restaurante Popular III - Maria Regina Nabuco

Rua Padre Pedro Pinto, 2.277, Estação BHBus, Venda Nova

Funcionamento: 11h às 14h – almoço

 

Restaurante Popular IV - Dom Mauro Bastos

Rua Afonso Vaz de Melo, 1.001, Barreiro

Funcionamento: 11h às 14h – almoço

 

Refeitório Popular João Bosco Murta Lages

Avenida dos Andradas, 3.100, Santa Efigênia

Funcionamento: 11h às 14h – almoço

 

Preços das refeições

• Café da manhã: R$ 0,75

• Almoço: R$ 3,00

• Jantar: R$ 1,50

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada