Letreiro
Em tom de verde e amarelo, Brasília vive dia diferente
Política > Nacional
Voltar Enviar noticias imprimir
[17/10/2018] São Paulo; Nassif critica Ciro: haverá cobrança a quem colocar projetos pessoais à frente do país

Brasil247

Foto: Divulgação

"Haverá cobranças de Lula e do PT, sim, mas principalmente dos que colocaram projetos pessoais à frente dos interesses nacionais. Lula, Fernando Henrique Cardoso e Ciro serão cobrados. Mas, dos três, o único que ambiciona uma carreira política ainda é Ciro", escreve o jornalista, que não saber "qual é a de Ciro Gomes e seu irmão"

16 DE OUTUBRO DE 2018 ÀS 16:06 // INSCREVA-SE NA TV 247 

 

247 - O jornalista Luis Nassif escreve um artigo no Jornal GGN em que diz não saber "qual é a de Ciro Gomes e seu irmão" e estranha o não apoio do ex-governador do Ceará a Fernando Haddad. "Haverá cobranças de Lula e do PT, sim, mas principalmente dos que colocaram projetos pessoais à frente dos interesses nacionais. Lula, Fernando Henrique Cardoso e Ciro serão cobrados. Mas, dos três, o único que ambiciona uma carreira política ainda é Ciro", lembra.

 

"Não se sabe o que ocorre nessa marcha da insensatez do país. A ideia de que haverá caos com data marcada para terminar, em 31 de dezembro de 2021, saindo daí um novo vencedor é fantasia pura. Ao caos Bolsonaro seguirá uma democracia mitigada, tutelada pelas Forças Amadas, legitimada pela incapacidade total do poder civil se organizar, mesmo ante a perspectiva do caos", alerta Nassif, sobre a possível intenção de Ciro em se candidatar novamente.

"Ele, que deu uma largada admirável nas eleições, manteve um bom percentual de votos escudado unicamente nas boas propostas de campanha, corre o risco de queimar-se na reta final. Seria bom que tivesse um ataque de bom senso que preservasse para o país dois grandes ativos democráticos: o candidato Fernando Haddad e o futuro candidato Ciro Gomes", conclui.

Leia aqui a íntegra.

 

 

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada