Letreiro
GP Brasil segue como maior evento no Turismo de São Paulo
mais brasil comunicações > Saúde
Voltar Enviar noticias imprimir
[05/07/2018] Caçadores são devorados por leões em reserva na África do Sul

Estadão

Foto: Pixabay

Um grupo de leões devorou ao menos três caçadores na África do Sul.  

Acredita-se que os três entraram ilegalmente na propriedade para caçar rinocerontes, mas foram surpreendidos pelos felinos

Pelos menos três caçadores podem ter sido devorados por leões ao tentar entrar ilegalmente em uma reserva para caçar rinocerontes. O caso aconteceu no resort Sibuya Game Reserve, no Cabo Oriental, África do Sul. 

De acordo com o jornal Daily Mail, a julgar pela quantidade de sangue, estima-se que três caçadores foram comidos pelo leões. O número exato, no entanto, talvez nunca seja descoberto, já que a área possui muitos pontos de mata fechada, o que dificulta saber se há mais pessoas na região. 

De acordo com a reserva, foram encontrados na áreas três pares de sapato, além de uma cabeça e diversas partes de corpo e membros ensanguentados. Equipes da reserva também recolheram rifles de artilharia pesada com silenciadores, cortadores e um machado usados por caçadores para retirar o chifre dos rinocerontes. 

Proprietário do local, Nick Fox declarou ao jornal que o bando estava pronto para ficar dias na região. "Encontramos armas pesadas e comida suficiente para dias, então suspeitamos que eles estavam mesmo atrás dos nossos rinocerontes", contou. "Mas os leões são os nossos vigilantes e guardiões, eles encontraram o grupo errado e acabaram virando refeição", disse. 

"Ficamos tristes pela perda de qualquer vida, mas isso envia uma mensagem clara aos caçadores de que eles nem sempre sairão vencedores", continuou. 

A reserva é uma das mais populares na região e é muito procurada principalmente por turistas britânicos que querem observar os "5 Grandes" animais da África: o elefante, o búfalo, o leopardo, o rinoceronte e o leão.

Em 2016, o local perdeu três rinocerontes quando caçadores ilegais entraram no parque e os mataram para retirar seus chifres. A caça a esses animais tem se tornado um problema na região: só este ano, nove rinocerontes foram mortos em reservas. 

Em fevereiro, um caçador também foi devorado por leões no Umbabat Game Reserve, próximo ao Parque Nacional Kruger. A família precisou reconhecer o sujeito apenas pelo restou de seu corpo: a cabeça.

 

 

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada