Letreiro
Três Passos; Sentença aos assassinos do menino Bernardo
mais brasil comunicações > Sociedade
Voltar Enviar noticias imprimir
[14/06/2018] São Paulo; Herdeira do Itaú, que apoiou o golpe, agora pede “pacto pela democracia”

Brasil247

Foto: Divulgação

Maria Alice Setúbal, herdeira e bilionária acionista do Banco Itaú Unibanco, que apoiou o golpe de Estado em 2016, escreveu artigo defendendo um "pacto pela democracia"; na "democracia" defendida por ela não cabem os ex-presidentes Dilma e Lula; patrocinadora de Marina Silva há anos, a herdeira investe em algumas ações sociais enquanto seu banco teve mais de R$ 6 bilhões de lucro apenas no primeiro trimestre 

14 DE JUNHO DE 2018 ÀS 11:56 // INSCREVA-SE NA TV 247 

 

247 - Maria Alice Setúbal, herdeira do Banco Itaú, dona de 1,3% das ações do grupo de sua família, equivalentes a 0,5% do Itaú Unibanco, que apoiou o golpe contra a presidente Dilma Roussef, escreveu artigo na Folha de S. Paulo defendendo agora um "pacto pela democracia". A bilionária tem sido, desde as eleições presidenciais de  2010, a principal patrocinadora e financiadora de Marina Silva, que igualmente apoiou o golpe de Estado de 2016.

No texto, Neca, como é conhecida, refere-se à derrubada de Dilma como "impeachment" e não faz qualquer menção crítica ao episódio. Igualmente, pede eleições "limpas, diversas e com ampla participação em outubro", mas não menciona a condenação e prisão de Lula e o desejo das elites que deram o golpe de eliminá-lo do pleito. O que sugere que a herdeira do Banco Itaú Unibanco considera que as eleições serão "limpas" sem a presença de Lula.

Maria Alice Setúbal surfa na onda do Pacto pela Democracia, iniciativa de mais de 60 entidades da sociedade civil -veja aqui. A Fundação Tide Setúbal, fundada e presidida por Neca e que leva o nome de sua mãe, falecida em 1997 aos 52 anos, participa do Pacto. Tem sido uma estratégia recorrente de alguns bilionários ao redor do mundo de usarem uma parte ínfima de seus recursos para patrocinar causas que social e politicamente bem vistas, com objetivo de blindar seus negócios, que exploram bilhões de pessoas ao redor do planeta. É o caso do Banco Itaú Unibanco, o maior do país. A instituição teve nada menos que R$ 24 bilhões de lucros em 2017 - R$ 6,28 bilhões apenas no primeiro trimestre de 2018, quando o desemprego atinge 13 milhões de pessoas, a fome passa a assolar milhões de pessoas, as políticas sociais foram dizimadas, os direitos trabalhistas esmagados e a economia quase paralisada, graças ao golpe apoiado, entre outros, pelo Itaú Unibanco.

O Itaú Unibanco é um dos maiores anunciantes do Grupo Folha-UOL. Na véspera da publicação do artigo de Maria Alice Setúbal, o jornal Folha de S.Paulo estampava um anúncio de página inteira do banco. No pé biográfico do artigo (informações resumidas sobre o autor do texto), curiosamente, não há menção ao fato de Neca ser acionista do Itaú Unibanco. 

Se quiser ler o artigo, clique aqui

 

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada