Letreiro
O veto à visita de Esquivel a Lula é a face mais negra da barbárie jurídica
mais brasil comunicações > Tecnologia
Voltar Enviar noticias imprimir
[14/08/2017] Pequim; China se torna a primeira a transmitir dados a partir de satélite de comunicação quântica

Sputnik News

Foto: Pixabay

Especialistas chineses conseguiram pela primeira vez na história realizar com sucesso uma transmissão segura de dados para a Terra a partir de um satélite de comunicação quântica.

A notícia foi adiantada pela agência de notícias chinesa Xinhua. De acordo com o cientista que dirige o projeto, Pan Jian-Wei, "O sinal foi enviado para duas estações de monitorização no território chinês. A distância de comunicação entre o satélite e a estação terrestre variou entre 645 e 1.200 km e a velocidade de transmissão foi cerca de vinte vezes superior à velocidade máxima atingida com a fibra óptica".

O tempo que o satélite sobrevoa a China proporciona uma janela de quase 10 minutos, tempo suficiente para gerar a chave segura de 300 kbits e enviá-la pelo satélite, explicou Pan Jia-Wei.

Essa tecnologia possibilitará a realização de chamadas telefónicas e envio de grandes volumes de dados bancários absolutamente seguros, ou seja, permitirá criar uma rede de comunicação impenetrável, totalmente confidencial e resistente a qualquer tipo de ataque de hackers. O cientista acredita que a rede possa vir a ser criada já em 2030.

Desde o começo do século XX os cientistas vem desenvolvendo tecnologias de encriptação e de transmissão segura de dados. Os meios utilizados atualmente têm duas principais desvantagens: podem ser hackeados (por intermédio de um computador quântico, por exemplo) ou a informação pode ser interceptada durante sua transmissão pelo canal de dados. 

A chamadas redes quânticas resolvem esses problemas por conta do princípio básico da física quântica – o Princípio da Incerteza de Heisenberg – uma vez detectada uma tentativa de hackear o canal de transmissão, a informação se autodestruirá automaticamente.

 

NASA detecta moléculas necessárias à vida em satélite de Saturno (VÍDEO)

© NASA. NASA/JPL-CALTECH/SPACE SCIENCE INSTITUTE

© Foto: Pixabay 

Fotos da notcia


Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada