Letreiro
Malditos sem piedade.
mais brasil comunicações > Cinema
Voltar Enviar noticias imprimir
[11/08/2017] 12 homenagens especiais serão entregues no 45º Festival de Cinema de Gramado

Matheus Pannebecker  -  Pauta Conexão e Conteúdo

Foto: Divulgação

Além das quatro tradicionais homenagens – Oscarito, Eduardo Abelin, Kikito de Cristal e Cidade de Gramado – o Festival de Cinema entrega, este ano, em homenagem aos seus 45 anos, 12 distinções especiais a importantes personalidades, todas com relação próxima e de contribuição com o evento e com a cinematografia brasileira. As homenagens serão entregues nas sessões noturnas do Palácio dos Festivais. Confira abaixo a lista dos agraciados:

- Esdras Rubim, produtor e ex-diretor do Festival

- Horst Volk, idealizador do Festival

- Odilon Cardoso (in memoriam), ex-diretor do Cine Embaixador

- Romeu Dutra, idealizador do Festival

- Araci Esteves, atriz

- Luiz Carlos Merten, jornalista e crítico

- Mônica Schmiedt, cineasta (in memoriam)

- Wilton Soares Martins, técnico (luz)

- Alice Gonzaga, pesquisadora, produtora, diretora e empresária

- Lucy e Luiz Carlos Barreto, produtores

- Oswaldo Massaini, produtor e distribuidor (in memoriam)

- Paulo Autran, ator (in memoriam)

Interpretação em LIBRAS e sessões com audiodescrição ganham protagonismo na programação

 Mantendo e ampliando o seu compromisso com a inclusão e a acessibilidade, o Festival de Cinema de Gramado apresenta este ano quatro sessões com audiodescrição, recurso que consiste na tradução de imagens em palavras com o objetivo de proporcionar uma narração descritiva em áudio. A primeira sessão acessível acontece já na exibição do longa que abre a mostra competitiva brasileira no dia 18: “O Matador”, de Marcelo Galvão, que exibe pela terceira vez em Gramado um filme com audiodescrição (os outros foram “Colegas”, em 2012, e “A Despedida”, em 2014).

Outras duas sessões com audiodescrição acontecem conjuntamente na terça-feira, 22 de agosto, com o curta-metragem “Sal”, de Diego Freitas, seguido do longa “A Fera na Selva”, de Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel. O quarto filme exibido com o recurso é “Todos”, de Luiz Alberto Cassol e Marilaine Castro da Costa, que discute justamente a questão da acessibilidade ao contar a história de Felipe, um homem com deficiência visual.

Mais do que o compromisso com a audiodescrição, o Festival de Cinema de Gramado também tornará acessíveis momentos-chave de sua programação. Tanto a abertura oficial na Rua Coberta quanto a premiação da Mostra Gaúcha de Curtas e a cerimônia final de entrega dos Kikitos contarão com interpretação em LIBRAS, o sistema linguístico de transmissão de ideias e fatos para pessoas surdas.

Programe-se! Confira abaixo as sessões acessíveis do 45º Festival de Cinema de Gramado:

18 de agosto, sexta-feira

17h - Abertura oficial na Rua Coberta (Rua Coberta) * LIBRAS

21h30 - “O Matador”, de Marcelo Galvão (Palácio dos Festivais) *audiodescrição

 

20 de agosto, domingo

21h30 - Premiação Mostra Gaúcha de Curtas – Prêmio Assembleia Legislativa (Palácio dos Festivais) *LIBRAS

 

21 de agosto, segunda-feira

14h – “Todos”, de Luiz Alberto Cassol e Marilaine Castro da Costa (Teatro Elisabeth Rosenfeldt) * audiodescrição

 

22 de agosto, terça-feira

21h30 – “Sal”, de Diego Freitas, e “A Fera na Selva”, de Paulo Betti, Eliane Giardini e Lauro Escorel (Palácio dos Festivais) *audiodescrição

 

26 de agosto, sábado

21h - Noite de Premiação dos filmes da mostra competitivas de longas-metragens brasileiros, longas-metragens estrangeiros e curtas-metragens brasileiros (Palácio dos Festivais) * LIBRAS

 

EDUCAVÍDEO, o cinema como possibilidade de futuro

 O EDUCAVÍDEO oferece, desde 2011, capacitação em técnicas de audiovisual para estudantes entre 12 e 17 anos de escolas públicas. Nasceu como laboratório experimental e hoje é um programa assegurado por decreto municipal. “Ao longo desses anos, o EDUCAVÍDEO se desenvolveu e se aperfeiçoou na proporção do volume e das aspirações de seus alunos. Atualmente, não apenas ensina os jovens cineastas, mas também investe em oficinas para qualificar o corpo docente e constrói a promoção do protagonismo juvenil em suas mais diversas realidades, propiciando a troca de experiências através da mediação criativa do campo audiovisual”, comenta a secretária de educação de Gramado, Gilça Vargas.

 Em 2017, é celebrado o quarto ano de exibição dos filmes produzidos por alunos da rede pública municipal no Palácio dos Festivais. Nessa edição, além dos tradicionais curtas-metragens, a programação conta também com um média-metragem. Serão três produções em exibição no dia 17 de agosto, a partir das 19h, no Palácio dos Festivais: “O Roubo do Livro”, de Gustavo Gomes; “Será Que o Amor Sempre Vence?”, de Ticiane Silva; e “Pra Sempre, Você”, de Bruno Peteffi, com codireção de Lauterbach Amorim.

 

Mostra com filmes de Otto Guerra terá sessões diárias no Museu do Festival

 No ano em que a produção audiovisual de animação completa 100 anos no Brasil, o Festival de Cinema de Gramado presta homenagem a um dos maiores cineastas do gênero no Brasil: o gaúcho Otto Guerra. E celebrando a obra de Otto, a programação do evento contará com uma mostra especial de filmes do diretor. A seleção, que traz obras como “O Natal do Burrinho”, “O Reino Azul”, “O Arraial” e “Nave Mãe”, terá sessões diárias, às 11h, no Museu do Festival de Cinema de Gramado. A programação completa 45ª edição já pode ser conferida no site oficial do evento: www.festivaldegramado.net. 

 

Cinema nos Bairros leva três longas para escolas e instituições gramadenses

 Também está confirmada nova edição da mostra Cinema nos Bairros. Três filmes serão apresentados em diferentes pontos de Gramado durante a realização do Festival: “Até Que a Sbórnia nos Separe”, animação dirigida por Ennio Torresan Jr. e pelo homenageado do troféu Eduardo Abelin deste ano, Otto Guerra; “Os Saltimbancos Trapalhões – Rumo a Hollywood”, que volta a reunir os inesquecíveis Trapalhões Didi e Dedé em uma aventura assinada por João Daniel Tikhomiroff; e “Um Tio Quase Perfeito”, comédia familiar dirigida por Pedro Antonio. As sessões são inteiramente gratuitas e acontecem nas escolas da região e em diversas instituições gramadenses, como o CRERH – Centro de Reabilitação Emanuel Região das Hortênsias.

 

Festival além do Palácio

 O Palácio dos Festivais é o ponto clássico de encontro, mas toda a programação do Festival de Cinema de Gramado também se espalha pela cidade com os pontos de trabalho da produção e da imprensa, exibições especiais, mostras e demais atividades. Confira os locais que receberão a programação do 45º Festival de Cinema de Gramado.

 

-  Palácio dos Festivais

-  Teatro Elisabeth Rosenfeldt

-  Hotel Serra Azul

-  Museu do Festival de Cinema de Gramado

-  EMEF Nossa Senhora de Fátima – Vila do Sol (Várzea Grande)

-  EMEF Dr. Carlos Nelz – CAIC – Bairro Moura

-  EMEF Presidente Vargas – Av. Central

-  EMEF Maximiliano Hahn – Bairro Carniel

-  EMEF Senador Salgado Filho – Bairro Piratini

-  CRERH – Centro de Reabilitação Emanuel Região das Hortênsias

-  Vale a Pena Viver

 

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada