Letreiro
Três Passos; Sentença aos assassinos do menino Bernardo
mais brasil comunicações > Comportamento
Voltar Enviar noticias imprimir
[19/03/2017] Porto Alegre; Dilma ironiza Temer e diz que nunca viu ‘fantasma nenhum’ no Alvorada

Brasil247

Foto: Divulgação

Presidente deposta Dilmar Rousseff reagiu com ironia nesta terça-feira, 14, ao comentar a desistência de Michel Temer de morar no Palácio do Alvorada, que afirmou ter vistos "fantasmas" no local; "Morei lá e nunca teve nada disso não. Nunca vi fantasma nenhum", disse Dilma, que morou no Palácio do Alvorada entre 2011 e setembro de 2016; "Aliás, o meu neto ficou lá dos seis meses aos seis anos e também nunca caiu", emendou, sobre a reforma, que custou mais de R$ 20 mil, que Michel Temer mandou fazer no Alvorada, descaracterizando sua fachada tombada, para instalar redes de proteção para o filho Michelzinho

14 DE MARÇO DE 2017 ÀS 14:28 // 247 NO TELEGRAM  // 247 NO YOUTUBE 

 

247 - A presidente deposta Dilmar Rousseff reagiu com ironia nesta terça-feira, 14, ao comentar a desistência de Michel Temer de morar no Palácio do Alvorada, que afirmou ter vistos "fantasmas" no local (relembre aqui).

"Morei lá e nunca teve nada disso não. Nunca vi fantasma nenhum", disse Dilma, que morou no Palácio do Alvorada entre 2011 e setembro de 2016.

A presidente deposta também criticou a reforma, que custou mais de R$ 20 mil, que Michel Temer mandou fazer no Palácio do Alvorada, descaracterizando sua fachada tombada, para instalar redes de proteção para o filho Michelzinho. "Aliás, o meu neto ficou lá dos seis meses aos seis anos e também nunca caiu."

As declarações de Dilma Roussef foram feitas em Lisboa, onde ela participa de uma conferência sobre neoliberalismo e democracia organizada pela Fundação José Saramago.

Questionada sobre a decisão do Judiciário de vetar menções a Aécio Neves (PSDB) em delação da Odebrecht, a Dilma deixou claro que entende que há favorecimento ao senador e a políticos do PSDB. "O que é que você acha? Durante muito tempo, só existia no Brasil um partido complicado: o PT. Nos outros, só faltava nascer asas nos respectivos representantes", criticou (leia mais sobre o assunto).

 

 

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada