Letreiro
Ushuaia: 6 atrações imperdíveis na cidade mais austral do mundo
Política > Nacional
Voltar Enviar noticias imprimir
[26/11/2016] Brasília; O estranho sumiço dos caciques do PSDB da grande mídia, por Sérgio Medeiros

por Sérgio Medeiros  -  GGN

Foto: Divulgação

O estranho sumiço dos caciques do PSDB da grande mídia...

Comentário ao post Xadrez do golpe no golpe

O alerta da Tsunami que está vindo e o estranho sumiço do PSDB e DEM da grande mídia.

O PSDB e o DEM, que foram os responsáveis diretos pelo golpe – e que, por uma manobra do grupo de Temer e seus amigos não logrou, ainda, tomar o poder -, de uma hora para outra sumiram dos noticiários da Globo News, da Globo, da Folha SP, do Estadão.

Não aparecem mais como sendo os que estão dando novo rumo a economia, apesar de Temer estar fazendo tudo o que lhe é mandado pelo PSDB e por sua turma.

A mídia sempre antecipa os movimentos políticos.

O próximo passo do golpe esta sendo dado.

Grandes turbulências sociais politicas e econômicas são inevitáveis, a mudança será grande e não será pacífica.

No que se refere a economia, esta é a grande incógnita.

Entretanto, as mudanças na geopolítica mundial e seus desdobramentos na lógica do grupo que se apossou do poder  não nos permite alimentar esperanças em eventual recomposição econômica.

É que, não há solução na atual conjuntura política do país.

Todo o setor econômico, envolvido na cadeia –petrolífera foi desmontado, e este envolvia tanto o papel de protagonista da Petrobrás, mas não menos importante, ainda que coadjuvante, das grandes empreiteiras em colocar em prática toda uma movimentação social politica e econômica.

E, diferentemente do planejado, nada foi colocado em seu lugar.

A vitória de Trump é impactante principalmente por isso, esta troca não será feita, daí a anomia total, não há plano b.

Reabilitar as empreiteiras e coloca-las novamente como propulsoras da economia, que já foi hipótese mais parecida com alucinação ou fábula infantil, hoje volta a pauta.

O problema, como reabilitar o adversário que você destruiu e coloca-lo novamente no jogo, sabendo que não vai mais poder contar com ele ou cooptá-lo estritamente para compor seus interesses mas, ao contrário, saber que sempre estarão a espreita para devolver com juros e correção toda a perfídia contra eles intentada.

De outro lado, o destino da Petrobrás, como impulsionador da economia, esta descartado, sendo que as empresas que tomarem seu lugar na exploração, o farão, com sua logística local, em seus países, ou seja,  não movimentarão nossa economia em empregos, impostos, know-how.

A questão central é esta, o chamado capital nacional, ao tentar se apoderar das imensas riquezas da Petrobrás, se uniu ao capital internacional para a consecução de seus objetivos, e foi, nesse movimento, atraiçoado e destruído.

Pena merecida? Sim, mas para os executores de tal estratégia, não para o país e seu povo.

O caso é que, neste compadrio, capital internacional e nacional, a vítima será esfolada e explorada até o final.

Dessume de tal constatação que, sem esta alteração fundamental, ou seja, protagonismo do estado, não existe retomada possível num horizonte próximo.

Em outro campo, o que se observa é o próximo passo na alteração do grupo a se instalar no poder de fato.

O PSDB e o DEM, que foram os responsáveis diretos pelo golpe – e que, por uma manobra do grupo de Temer e seus amigos não logrou, ainda, tomar o poder -, de uma hora para outra sumiram dos noticiários da Globo News, da Globo, da Folha SP, do Estadão.

Não aparecem mais como sendo os que estão dando novo rumo a economia, apesar de Temer estar fazendo tudo o que lhe é mandado pelo PSDB e por sua turma.

Neste momento, todas as manchetes dão conta da recessão do “governo “ Temer, medidas do governo, Ministro fez isso, fez aquilo.

Por outro lado, as notícias dando conta de posicionamentos do PSDB sobre a situação econômica e sobre as alterações que devem ser feitas, como necessárias para o Brasil sair da estagnação, praticamente ficaram relegadas a um segundo plano, somente se falam na Reforma da previdência, na Reforma Trabalhista..., sem que sejam citados nomes, apenas que são de iniciativa do Governo... Temer..

Nem mesmo a PEC 1241/55/2016, que é a menina dos olhos do PSDB e do DEM, na volta do estado neoliberal, é assumida por estas agremiações políticas,.

Ora, a PEC não é do governo, a PEC é do PSDB, do DEM, do PP, e também do PMDB, PSB, etc..., em suma é um projeto de governo com diminuição brutal do chamado bem estar social.

A mídia sempre antecipa os movimentos políticos.

O próximo passo do golpe esta sendo dado. 

Comentário ao post Xadrez do golpe no golpe

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada