Letreiro
Três Passos; Sentença aos assassinos do menino Bernardo
mais brasil comunicações > Cidades
Voltar Enviar noticias imprimir
[08/09/2015] São Paulo, "Tororó"

Reinaldo Ekstein

Foto: Divulgação

1910 - Vale do Sacadura

O Tororó da antiga cantiga popular já deu lugar ao “Itororó”, antigo riacho que cortava a região onde hoje está a avenida 23 de maio e agora dá lugar ao “Saracura”, outro riacho soterrado por uma avenida…Talvez os moradores da região pensassem ainda em “como era verde o meu vale”… vivam em uma cidade que crescia, enquanto a sua cidade desaparecia…
O vale em questão era o do Saracura, que corria onde hoje temos a avenida 9 de Julho. A primeira alusão registrada sobre o ribeirão do Saracura, cognominado de “rio misterioso” por alguns cronistas antigos de São Paulo, foi em uma notícia de 26 de março de 1724.Chamado também de córrego do Tanque Reiuno, o Saracura nascia no morro do Caaguaçu (avenida Paulista) para vir desembocar, à esquerda do rio Anhangabaú, na altura do antigo largo da Memória, ao pé de onde hoje está a Estação Anhangabaú do Metrô. Tinha dois afluentes, o córrego Saracura Pequeno, e o Ribeirão do Bexiga que, após atravessar as atuais ruas Santo Amaro e Santo Antônio encontrava suas águas próximo ao final do seu trajeto. Os carros de bois e as tropas que conduziam mantimentos para São Paulo, vindos de Atibaia e de Parnaíba, como entravam na cidade pelo oeste, deviam estacionar na chácara do Bexiga, entre os rios Anhangabaú e Saracura, ordenava o governador Lorena, em 1791.¹

Fotos da notcia

Clique sobre a foto para ampliar
Notcias relacionada