Letreiro
Malditos sem piedade.
mais brasil comunicações > Poema das seis da tarde.
Todas as notícias
[14/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

Não era uma questão de sexo. Era doação em dobro. Um queria sentir que se sentia dentro do outro. As almas, não g&ec

  ler mais
[13/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

O amor transforma todo mundo. Pode demorar, sim. Somos, por enquanto, muito ignorantes da vida, para compreender o requinte da vid

  ler mais
[12/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

O caos, o poeta se psicografa!

 

Poemas do livro Manuscritos Sem Juízo. LivroquecompõeaCole&c

  ler mais
[11/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Ela tem os olhos tão sinceros, que a lua, cheia, prefere caminhar dentro deles.

 

Poemas do livro Ma

  ler mais
[10/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

GLOBO. O roubo da irrealidade. Eu vejo novelas também. Aceitável que uma novela possa distorcer a realidade. Em nome da ficç&atild

  ler mais
[09/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Eu vivo voando com as asas do meu coração.

 

Poemas do livro Manuscritos Sem Juízo. Li

  ler mais
[08/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Quando o teu coração apertar de saudade de mim, solta os olhos ao vento, eu vou sentir.

 

Poe

  ler mais
[07/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

Ainda bem, amor, que a gente não precisou de casamento para viver a lua-de-mel. A nossa, foi logo depois que um começou a sonhar com o ou

  ler mais
[06/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

Eu bebia muito, felizmente. Conceição do Almeida era uma flecha envenenada de saudade que me trespassava. Eu tinha que ser sincero com aquela

  ler mais
[05/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Ainda dá tempo. Faça uma loucura comigo. O amor não pode pensar.

 

Poemas do livro Man

  ler mais
[04/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

As cantadas descaradas humilham a condição feminina. Por que os imbecis não aprendem?

 

  ler mais
[03/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

Maria usa um escapulário. Um rio que ela adotou. Um rio que suspirou em seu cordão umbilical. Os olhos de Maria, amada, são as mar

  ler mais
[02/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Enquanto tu me matas de ciúme, eu te devoro em minha imaginação. Viver é comer abismos. 

 

  ler mais
[01/12/2017] Porto Alegre; As panelas sujas da cozinha da lava-jato

Moisés Mendes

Foto: Divulgação

Tacla Duran, um dos mafiosos da JBS, confirmou em depoimento por vídeo hoje à CPI da JBS: um grande amigo do juiz S

  ler mais
[01/12/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Não adianta você me fazer em pedaços. O meu amor não quebra. E só.

 

Poem

  ler mais
[30/11/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Você não queria decapitar o meu coração? Conseguiu.

 

Poemas do livro Manuscrito

  ler mais
[29/11/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

Cada mulher tem um tom de vida. Tem uma música própria na presença. Tem uma sonoridade em ver, suspirar, pronunciar quietudes. Cad

  ler mais
[28/11/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

Que esse mar se esbagace dentro de minha imensidão. Que se transtorne com os meus naufrágios de amor. Que seja ele o meu porto inseguro.

  ler mais
[27/11/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

 

Os teus olhos são tão brilhantes, que não vou mais olhar para o sol. 

 

Poemas do

  ler mais
[26/11/2017] São Paulo; Fernando Coelho

Fernando Coelho

Naqueles dias, tudo o que eu vivi, como um cisne cego, de corpo em corpo, de bar em bar, de jura em jura, amanhecer com você era sublime. Você, com sua pertin&ec

  ler mais